Projeto leva Teatro de volta às Escolas

Cia Embróglio apresenta o espetáculo “O Mistério da Luz do Bota” via plataforma digital para alunos da rede pública de ensin

Projeto leva Teatro de volta às Escolas
Projeto leva Teatro de volta às Escolas

Descobrir uma nova forma de apresentar um espetáculo teatral para alunos da
rede pública de ensino de Florianópolis por conta das restrições impostas pela
pandemia. Este foi o desafio da Cia Embróglio, que desenvolveu o projeto
“Mistério da Luz do Bota: gira pela ilha”, e dá início às apresentações no dia 16
de setembro.
Financiado com recurso público oriundo do Edital de apoio às Culturas 2020,
promovido pela Prefeitura de Florianópolis por meio da Secretaria de Cultura,
Esporte e Lazer e da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes, o
projeto tem o intuito principal de levar conhecimento às crianças aliado ao
entretenimento.
Serão dez apresentações em cinco regiões distintas da ilha de Florianópolis,
sendo eles: Campeche, Coqueiros, Ratones, Santinho e Serrinha. Cada uma das
localidades receberá duas apresentações da peça. A ideia é reunir as crianças
no auditório das escolas para que elas possam assistir ao espetáculo via
plataforma digital (youtube da Cia. Embróglio). As apresentações são restritas às
instituições participantes.
“Foi um desafio muito grande, desde os ensaios – que foram realizados também
de forma online. É uma nova forma de fazer teatro, pois tivemos que pensar
como manipular os bonecos para uma câmera, e não para o público. Não há
aquela troca gostosa do ao vivo, mas aceitamos esse desafio e temos certeza
que o aprendizado é enorme, não só para os alunos mas, principalmente, para
a nossa equipe”, conta Gustavo Bieberbach, integrante da Cia. Embróglio e
proponente do projeto.
Sobre a peça
A Tradição Oral caracteriza-se pelo testemunho transmitido oralmente de uma
geração para outra. Por meio desta metodologia podemos resgatar tradições
populares como cantigas de roda, brincadeiras e histórias infantis. Normalmente
as histórias da tradição oral eram contadas de pai ou mãe para os filhos e filhas,
girando em torno de um determinado acontecimento experienciado pela
comunidade.
Levar a lenda da Luz do Bota, espécie de clarão que aparecia nas noites de lua
cheia nos primórdios da Praia do Santinho, materializada numa peça infantil de
bonecos voltada ao público de 5 a 10 anos, é uma maneira de manter viva a
perspectiva da tradição oral por meio do evento teatral. O teatro feito na escola
tem o intuito principal de levar conhecimento às crianças sem deixar de lado o
entretenimento. As ações descritas realizadas dentro das escolas ainda
possuem o intuito da formação de plateia.

Sinopse
Meninos e meninas moradores da Praia do Santinho precisam apresentar um
trabalho escolar sobre as lendas da ilha. Resolvem então pedir à sua avó, Dona
Cidóca, para que ajude o grupo contando alguma história que conhece.
A simpática e alegre velhinha, lembra de uma “visagem” que chamavam
de Luz do Bota... Uma lenda com muitos mistérios! As crianças curiosas
resolvem então realizar uma expedição noturna sem a permissão dos mais
velhos, atrás da luz misteriosa. Uma pesquisa escolar que se transformou em
uma lição na infância e que certamente nossa turminha jamais esquecerá.
Duração: 45 minutos.
 

Ficha técnica
Dramaturgia desenvolvida a partir da lenda da Luz do Bota (narrativa oral):
Apatotadoteatro / Cia. Embróglio
Manipuladores: Gustavo Bieberbach, Maíra Castilhos e Ricardo Goulart.
Operação de som: Rafael Motta
Assessoria Técnica: Liliana Perez Récio
Cenografia: César Rossi
Bonecos: Cacá Corrêa (in memorian)
Figurinos adicionais: Eliana Ferreira dos Santos
Trilha adicional: Bruno Shigeo
Fotos: Sérgio Vignes
Videomaker: Gentil Júnior
Divulgação: Manu Pinheiro (Bossa Comunicação)
Produção: Andrea Padilha
Co-Realização: Cia. Embróglio

Escolas participantes
SERRINHA: E.B.M. José Jacinto Cardoso - 16/9 (quinta-feira)
RATONES: E.B.M. Mâncio Costa | Escola do Futuro - 17/9 (sexta-feira)
SERRINHA: E.B.M. José Jacinto Cardoso - 17/9 (sexta-feira)
COQUEIROS: E.E.B. Almirante Carvalhal - 23/09 - 3o ano (quinta-feira)
CAMPECHE: EBM Brigadeiro Eduardo Gomes - 24/09 (sexta-feira)
RATONES: E.B.M. Mâncio Costa | Escola do Futuro - 24/9 (sexta-feira)
CAMPECHE: EBM Brigadeiro Eduardo Gomes - 24/09 (sexta-feira)
PRAIA DO SANTINHO: E.B.M. Maria Tomázia Coelho - 04/10 (segunda-feira)
COQUEIROS: E.E.B. Almirante Carvalhal - 07/10 - 6o ano (quinta-feira)
PRAIA DO SANTINHO: E.B.M. Maria Tomázia Coelho - 11/10 (segunda-feira)

 

Esse projeto é financiado com recurso público oriundo do Edital de Apoio às Culturas 2020 promovido pela Prefeitura de Florianópolis por meio da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer e da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes.